Novembro 2021

O Baile dos Candeeiros

Performance, Fragmentos / 12 Nov. / GaiaShopping, Gaia

Sinopse:
Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância.
Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam, e deslocam-se através deles com movimentos específicos:
acendem, apagam, respiram, interagem…

Interpretação:
António Franco de Oliveira, Carlos Deus o Deu, Filipe Moreira, Julieta Rodrigues, Tanya Ruivo;

Apoio Técnico:
Bernardo Santo Tirso

Classificação Etária: todos os públicos
Duração: 45m aproximadamente
Género: Dança | Performance
20h, Entrada Livre

Circo: Cena e Arena

Conversas do Aveirense. Qual é a cena? / 13 Nov. / Aveiro

As Conversas do Aveirense são mesas-redondas dedicadas a um tema ou a um criador, explorando a relação entre a programação do Teatro Aveirense e o contexto cultural global, com o objetivo duplo de rever rumos traçados e traçar novos rumos.
O António, Co-Director da Companhia RADAR 360º será um dos oradores.

Painel de Convidados: 

Quim Girón
Animal Religion

Ana Jordão
performer

António Franco de Oliveira
Radar 360º

Julieta Aurora Santos
Teatro do Mar

João Paulo Santos
O Último Momento

Moderação:
Jorge Louraço
Dramaturgo


14h30 — Sala estúdio
Gratuito 
Reservas para o mail: bilheteira-TA@cm-aveiro.pt 

.Ponto Traço-

Performance em Site Specific / 20 e 21 Nov. / Casa da Arquitectura, Matosinhos

.PONTO TRAÇO- é uma visita guiada performativa construída em “Site-Specific”,  que mistura ficção com realidade! 

A peça propõe-se a conduzir os públicos pelo edificado da Casa da Arquitetura, pelas suas memórias e histórias passadas, numa dinâmica teatral e circense. Procura na poesia do gesto e na plasticidade dos corpos e das palavras, interpretar o léxico arquitetónico como se de um texto dramático se tratasse, e, deste modo, criar dinâmicas performativas na fronteira do cruzamento entre estas linguagens estéticas e artísticas.
Interpretação:

António Franco de Oliveira, Alan Sencades, Gilberto Oliveira, Julieta Rodrigues e Rita Martins
Co-produção: 
RADAR 360º e Casa da Arquitectura

Apoio:
 Governo de Portugal – Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

Manual de boas práticas para a organização de eventos artísticos no espaço público

Performances, Lançamento Livro / 22 e 23 Nov. / Braga, Porto, Coimbra, Leiria, Lisboa

A Companhia RADAR 360º, em colaboração com a Outdoor Arts Portugal, vai apresentar um conjunto de performances em formato “flash”, que sinalizam o lançamento do Livro:

”Manual de boas práticas para a organização de eventos artísticos no espaço público”!

Este projeto editorial foca uma componente de investigação histórica e de boas práticas, exposta em contraponto com o contexto legal e regulamentar nacional, através de estratégias colaborativas e transdisciplinares, envolvendo convidados com diferentes perfis e experiências no contexto da criação artística para o espaço público.
 O “manual de boas práticas para a organização de eventos artísticos no espaço público” é um projeto financiado pelo Ministério da Cultura, através da Direção-Geral das Artes.
Interpretação: António Franco de Oliveira, Douglas Melo e Joana Martins.

O Baile dos Candeeiros

Performance, Fragmentos / 12 Nov. / GaiaShopping, Gaia

Sinopse:
Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância. Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam, e deslocam-se através deles com movimentos específicos:
acendem, apagam, respiram, interagem…

Classificação Etária: todos os públicos
Duração: 45m aproximadamente
Género: Dança | Performance
20h, Entrada Livre

Interpretação:

António Franco de Oliveira, Carlos Deus o Deu, Filipe Moreira, Julieta Rodrigues, Tanya Ruivo;

Apoio Técnico:
Bernardo Santo Tirso

Circo: Cena e Arena

Conversas do Aveirense. Qual é a cena? / 13 Nov. / Aveiro


As Conversas do Aveirense são mesas-redondas dedicadas a um tema ou a um criador, explorando a relação entre a programação do Teatro Aveirense e o contexto cultural global, com o objetivo duplo de rever rumos traçados e traçar novos rumos.
O António, Co-Director da Companhia RADAR 360º será um dos oradores.

Painel de Convidados:

Quim Girón

Animal Religion


Ana Jordão

performer

António Franco de Oliveira

Radar 360º

Julieta Aurora Santos

Teatro do Mar

João Paulo Santos

O Último Momento

Moderação:

Jorge Louraço

Dramaturgo


14h30 — Sala estúdio

Gratuito 
Reservas para o mail: bilheteira-TA@cm-aveiro.pt 

.Ponto Traço-

Performance em Site Specific / 20 e 21 Nov. / Casa da Arquitectura, Matosinhos

.PONTO TRAÇO- é uma visita guiada performativa construída em “Site-Specific”,  que mistura ficção com realidade!
A peça propõe-se a conduzir os públicos pelo edificado da Casa da Arquitetura, pelas suas memórias e histórias passadas, numa dinâmica teatral e circense. Procura na poesia do gesto e na plasticidade dos corpos e das palavras, interpretar o léxico arquitetónico como se de um texto dramático se tratasse, e, deste modo, criar dinâmicas performativas na fronteira do cruzamento entre estas linguagens estéticas e artísticas.

Interpretação:
António Franco de Oliveira, Alan Sencades, Gilberto Oliveira, Julieta Rodrigues e Rita Martins

Co-produção: 
RADAR 360º e Casa da Arquitectura
Apoio:
 Governo de Portugal – Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

Manual de boas práticas para a organização de eventos artísticos no espaço público

Performances, Lançamento Livro / 22 e 23 Nov. / Braga, Porto, Coimbra, Leiria, Lisboa

A Companhia RADAR 360º, em colaboração com a Outdoor Arts Portugal, vai apresentar um conjunto de performances em formato “flash”, que sinalizam o lançamento do Livro:
”Manual de boas práticas para a organização de eventos artísticos no espaço público”!
Este projeto editorial foca uma componente de investigação histórica e de boas práticas, exposta em contraponto com o contexto legal e regulamentar nacional, através de estratégias colaborativas e transdisciplinares, envolvendo convidados com diferentes perfis e experiências no contexto da criação artística para o espaço público.
O “manual de boas práticas para a organização de eventos artísticos no espaço público” é um projeto financiado pelo Ministério da Cultura, através da Direção-Geral das Artes.

Interpretação: António Franco de Oliveira, Douglas Melo e Joana Martins.

O Baile dos Candeeiros

Performance, Fragmentos / 12 Nov. / GaiaShopping, Gaia

Sinopse:
Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância. Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam, e deslocam-se através deles com movimentos específicos: 
acendem, apagam, respiram, interagem…

Classificação Etária: todos os públicos

Duração: 45m aproximadamente

Género: Dança | Performance 
20h, Entrada Livre
Interpretação:
 

António Franco de Oliveira, Carlos Deus o Deu, Filipe Moreira, Julieta Rodrigues, Tanya Ruivo;
Apoio Técnico:

Bernardo Santo Tirso

Circo: Cena e Arena

Conversas do Aveirense. Qual é a cena? / 13 Nov. / Aveiro

As Conversas do Aveirense são mesas-redondas dedicadas a um tema ou a um criador, explorando a relação entre a programação do Teatro Aveirense e o contexto cultural global, com o objetivo duplo de rever rumos traçados e traçar novos rumos. 

O António, Co-Director da Companhia RADAR 360º será um dos oradores.


Painel de Convidados:



Quim Girón


Animal Religion



Ana Jordão


performer



António Franco de Oliveira


Radar 360º



Julieta Aurora Santos


Teatro do Mar



João Paulo Santos


O Último Momento



Moderação:


Jorge Louraço


Dramaturgo




14h30 — Sala estúdio


Gratuito

Reservas para o mail:
bilheteira-TA@cm-aveiro.pt 

.Ponto Traço-

Performance em Site Specific / 20 e 21 Nov. / Casa da Arquitectura, Matosinhos

.PONTO TRAÇO- é uma visita guiada performativa construída em “Site-Specific”,  que mistura ficção com realidade! 
A peça propõe-se a conduzir os públicos pelo edificado da Casa da Arquitetura, pelas suas memórias e histórias passadas, numa dinâmica teatral e circense. Procura na poesia do gesto e na plasticidade dos corpos e das palavras, interpretar o léxico arquitetónico como se de um texto dramático se tratasse, e, deste modo, criar dinâmicas performativas na fronteira do cruzamento entre estas linguagens estéticas e artísticas.
Interpretação:
António Franco de Oliveira, Alan Sencades, Gilberto Oliveira, Julieta Rodrigues e Rita Martins
Co-produção: 
RADAR 360º e Casa da Arquitectura
Apoio:
 Governo de Portugal – Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

Manual de boas práticas para a organização de eventos artísticos no espaço público

Performances, Lançamento Livro / 22 e 23 Nov. / Braga, Porto, Coimbra, Leiria, Lisboa

A Companhia RADAR 360º, em colaboração com a Outdoor Arts Portugal, vai apresentar um conjunto de performances em formato “flash”, que sinalizam o lançamento do Livro:
”Manual de boas práticas para a organização de eventos artísticos no espaço público”!
Este projeto editorial foca uma componente de investigação histórica e de boas práticas, exposta em contraponto com o contexto legal e regulamentar nacional, através de estratégias colaborativas e transdisciplinares, envolvendo convidados com diferentes perfis e experiências no contexto da criação artística para o espaço público.
O “manual de boas práticas para a organização de eventos artísticos no espaço público” é um projeto financiado pelo Ministério da Cultura, através da Direção-Geral das Artes.

Interpretação:
António Franco de Oliveira, Douglas Melo e Joana Martins.

Outubro 2021

 .PONTO -TRAÇO

Em Criação...

A partir do espaço vazio, da folha em branco, do corpo parado, surgem as ideias embrionárias que futuramente serão a génese de projetos audazes e vanguardistas.
.PONTO -TRAÇO é uma visita guiada performativa construída em “Site-Specific”,  que mistura ficção com realidade!
A peça propõe-se a conduzir os públicos pelo edificado da Casa da Arquitetura, pelo seu espólio permanente e pelas suas memórias e histórias passadas, numa dinâmica teatral e circense. Procura na poesia do gesto e na plasticidade dos corpos e das palavras, interpretar o léxico arquitetónico como se de um texto dramático se tratasse, e, deste modo, criar dinâmicas performativas na fronteira do cruzamento entre estas linguagens estéticas e artísticas. Esta performance, representada em formato deambulatório, é metaforicamente um labirinto sensorial que desenha a sua narrativa e dramaturgia na relação entre o visível e o invisível, entre o passado e o futuro, entre o material e o imaterial, entre a arquitetura e o teatro,  entre o sonho e a realidade.

Co-produção: 
RADAR 360º e Casa da Arquitectura
Apoio:
 Governo de Portugal – Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

Fotografia: Teresa Couto

A FEIRA

Em Criação...

A Feira é um espetáculo de artes de rua que parte de conceitos que têm sido permanentes no trabalho desenvolvido pela companhia Radar 360º: o nomadismo, a itinerância, a efemeridade e o risco.
Esta criação pretende criar um espetáculo multidisciplinar, uma Feira-Circo de autor, que reinventa em permanência as suas próprias regras e que provoca o diálogo entre tradição e contemporaneidade, emoções e pensamento.
A Feira será um espetáculo desenvolvido de forma imersiva em 12 concelhos do país, a partir da investigação sobre as manifestações históricas de feiras e mercados nestes locais, identificando as que se encontram ainda no ativo, quais os rituais a elas associados e o que leva as pessoas a continuar a frequentar (como feirantes ou como consumidores) estes espaços de socialização.

Co-produção: RADAR 360º e ARTEMREDE

Apoio:
 Governo de Portugal – Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

 .PONTO -TRAÇO

Em Criação...

A partir do espaço vazio, da folha em branco, do corpo parado, surgem as ideias embrionárias que futuramente serão a génese de projetos audazes e vanguardistas.
.PONTO-TRAÇO é uma visita guiada performativa construída em “Site-Specific”,  que mistura ficção com realidade! A peça propõe-se a conduzir os públicos pelo edificado da Casa da Arquitetura, pelo seu espólio permanente e pelas suas memórias e histórias passadas, numa dinâmica teatral e circense. Procura na poesia do gesto e na plasticidade dos corpos e das palavras, interpretar o léxico arquitetónico como se de um texto dramático se tratasse, e, deste modo, criar dinâmicas performativas na fronteira do cruzamento entre estas linguagens estéticas e artísticas. Esta performance, representada em formato deambulatório, é metaforicamente um labirinto sensorial que desenha a sua narrativa e dramaturgia na relação entre o visível e o invisível, entre o passado e o futuro, entre o material e o imaterial, entre a arquitetura e o teatro,  entre o sonho e a realidade.

Co-produção: 
RADAR 360º e Casa da Arquitectura
Apoio:
 Governo de Portugal – Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

Fotografia: Teresa Couto

A FEIRA

Em Criação...

A Feira é um espetáculo de artes de rua que parte de conceitos que têm sido permanentes no trabalho desenvolvido pela companhia Radar 360º: o nomadismo, a itinerância, a efemeridade e o risco. 
Esta criação pretende criar um espetáculo multidisciplinar, uma Feira-Circo de autor, que reinventa em permanência as suas próprias regras e que provoca o diálogo entre tradição e contemporaneidade, emoções e pensamento. 
A Feira será um espetáculo desenvolvido de forma imersiva em 12 concelhos do país, a partir da investigação sobre as manifestações históricas de feiras e mercados nestes locais, identificando as que se encontram ainda no ativo, quais os rituais a elas associados e o que leva as pessoas a continuar a frequentar (como feirantes ou como consumidores) estes espaços de socialização.

Co-produção
: RADAR 360º e ARTEMREDE


Apoio:
 Governo de Portugal – Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

 .PONTO -TRAÇO

Em Criação...

A partir do espaço vazio, da folha em branco, do corpo parado, surgem as ideias embrionárias que futuramente serão a génese de projetos audazes e vanguardistas.
.PONTO-TRAÇO é uma visita guiada performativa construída em “Site-Specific”,  que mistura ficção com realidade! A peça propõe-se a conduzir os públicos pelo edificado da Casa da Arquitetura, pelo seu espólio permanente e pelas suas memórias e histórias passadas, numa dinâmica teatral e circense. Procura na poesia do gesto e na plasticidade dos corpos e das palavras, interpretar o léxico arquitetónico como se de um texto dramático se tratasse, e, deste modo, criar dinâmicas performativas na fronteira do cruzamento entre estas linguagens estéticas e artísticas. Esta performance, representada em formato deambulatório, é metaforicamente um labirinto sensorial que desenha a sua narrativa e dramaturgia na relação entre o visível e o invisível, entre o passado e o futuro, entre o material e o imaterial, entre a arquitetura e o teatro,  entre o sonho e a realidade.

Co-produção:
 RADAR 360º e Casa da Arquitectura
Apoio:
 Governo de Portugal – Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

Fotografia: Teresa Couto

A FEIRA

Em Criação...

A Feira é um espetáculo de artes de rua que parte de conceitos que têm sido permanentes no trabalho desenvolvido pela companhia Radar 360º: o nomadismo, a itinerância, a efemeridade e o risco. 
Esta criação pretende criar um espetáculo multidisciplinar, uma Feira-Circo de autor, que reinventa em permanência as suas próprias regras e que provoca o diálogo entre tradição e contemporaneidade, emoções e pensamento. 
A Feira será um espetáculo desenvolvido de forma imersiva em 12 concelhos do país, a partir da investigação sobre as manifestações históricas de feiras e mercados nestes locais, identificando as que se encontram ainda no ativo, quais os rituais a elas associados e o que leva as pessoas a continuar a frequentar (como feirantes ou como consumidores) estes espaços de socialização.

Co-produção
: RADAR 360º e ARTEMREDE


Apoio:
 Governo de Portugal – Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

SETEMBRO 2021

Pequena CircOOnferência

04 Set. Avanca | 18 Set. Braga

Pequena CircOOnferência é uma conferência sobre o circo!
Dedicada ao pequeno público, a performance flutua entre o rigor histórico da História do Circo Europeu, e a dimensão onírica de um historiador que aspira ser um artista de Circo.

Avanca | 04 de Set. | 16h e 19h
“Há Festa na Quinta”
Casa Museu Egas Moniz | Quinta do Marinheiro

Braga | 18 Set. | 15h
Campo de Volei da Ponte do Prado, São Paio de Merelim

O Baile dos Candeeiros - Fragmentos

28 Set | Alfândega do Porto


Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância.
Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos.
Ganham características dos espaços que habitam.
Acendem, apagam, respiram, dançam, interagem, reagem…

Pequena CircOOnferência

04 Set. Avanca | 18 Set. Braga

Pequena CircOOnferência é uma conferência sobre o circo!
Dedicada ao pequeno público, a performance flutua entre o rigor histórico da História do Circo Europeu, e a dimensão onírica de um historiador que aspira ser um artista de Circo.

Avanca | 04 de Set. | 16h e 19h
“Há Festa na Quinta”
Casa Museu Egas Moniz | Quinta do Marinheiro

Braga | 18 Set. | 15h
Campo de Volei da Ponte do Prado, São Paio de Merelim

O Baile dos Candeeiros - Fragmentos

28 Set | Alfândega do Porto

Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância.
Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos.
Ganham características dos espaços que habitam.
Acendem, apagam, respiram, dançam, interagem, reagem…

Pequena CircOOnferência

04 Set. Avanca | 18 Set. Braga

Pequena CircOOnferência é uma conferência sobre o circo!
Dedicada ao pequeno público, a performance flutua entre o rigor histórico da História do Circo Europeu, e a dimensão onírica de um historiador que aspira ser um artista de Circo.

Avanca | 04 de Set. | 16h e 19h
“Há Festa na Quinta”
Casa Museu Egas Moniz | Quinta do Marinheiro

Braga | 18 Set. | 15h
Campo de Volei da Ponte do Prado, São Paio de Merelim

O Baile dos Candeeiros - Fragmentos

28 Set | Alfândega do Porto

Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância.
Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos.
Ganham características dos espaços que habitam.
Acendem, apagam, respiram, dançam, interagem, reagem…

AGOSTO 2021

HISTÓRIAS SUSPENSAS

19 de Agosto | 16h e repete ás 18h | Museu da Quinta de Santiago, Matosinhos

Imaginamos três narradores de histórias. O corpo e a voz saltam para dentro das histórias, agindo e reagindo através de voos, voltas e reviravoltas. Criam-se desvios que nos levam a outras pequenas histórias. A ideia de suspensão acontece na acção e no enredo, que surpreende a cada momento. O Tempo nas histórias, ou pára ou passa muito rápido… aqui suspende-se no olhar de quem assiste e partilha esta aventura! O que vem a seguir?!

Direção Artística: Joana Providência
Intérpretes e Co-criadores: António Franco de Oliveira, Julieta Rodrigues e Rui Paixão
Cenário: A2G Arquitectura – Ângela Frias e Gonçalo Dias
Figurinos: Julieta Rodrigues
Adereços: Suzete Rebelo
Sonoplastia: Flanco
Coordenação Técnica, Cenografia e Operação de Som: Emanuel Santos

Entrada livre mediante a apresentação de bilhete a levantar no edifício da Câmara Municipal, no Serviço de Relações Públicas (9h-12h30 e 14h-17h30), ou no Museu Quinta de Santiago (10h-13h e 15h-18h), 3 dias antes do espetáculo (máx. 2 p/pessoa).

Lotação limitada no cumprimento das orientações da DGS.
A utilização da máscara é obrigatória.

O BAILE DOS CANDEEIROS

28 Agosto | 21h30 | Largo General Silveira, Chaves

Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância. Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam e deslocam-se através deles com movimentos.

Este espetáculo aposta numa intervenção não convencional, com fortes contornos plásticos e características multidisciplinares.

Explora o conceito de instalação e associa a composição coreográfica de movimento dos corpos no espaço, à luz do cenário visual vivo.

O recinto do espetáculo tem lotação limitada.

A entrada gratuita carece de levantamento prévio de bilhete na Biblioteca Municipal de Chaves / Posto de Turismo do Alto Tâmega.

Fotografia: in Castelo de Ourém;

HISTÓRIAS SUSPENSAS

19 de Agosto | 16h e repete ás 18h | Museu da Quinta de Santiago, Matosinhos

Imaginamos três narradores de histórias. O corpo e a voz saltam para dentro das histórias, agindo e reagindo através de voos, voltas e reviravoltas. Criam-se desvios que nos levam a outras pequenas histórias. A ideia de suspensão acontece na acção e no enredo, que surpreende a cada momento. O Tempo nas histórias, ou pára ou passa muito rápido… aqui suspende-se no olhar de quem assiste e partilha esta aventura! O que vem a seguir?!
Direção Artística: Joana Providência
Intérpretes e Co-criadores: António Franco de Oliveira, Julieta Rodrigues e Rui Paixão
Cenário: A2G Arquitectura – Ângela Frias e Gonçalo Dias
Figurinos: Julieta Rodrigues
Adereços: Suzete Rebelo
Sonoplastia: Flanco
Coordenação Técnica, Cenografia e Operação de Som: Emanuel Santos
Entrada livre mediante a apresentação de bilhete a levantar no edifício da Câmara Municipal, no Serviço de Relações Públicas (9h-12h30 e 14h-17h30), ou no Museu Quinta de Santiago (10h-13h e 15h-18h), 3 dias antes do espetáculo (máx. 2 p/pessoa).
Lotação limitada no cumprimento das orientações da DGS. 
A utilização da máscara é obrigatória.

O BAILE DOS CANDEEIROS

28 Agosto | 21h30 | Largo General Silveira, Chaves

Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância. Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam e deslocam-se através deles com movimentos.
Este espetáculo aposta numa intervenção não convencional, com fortes contornos plásticos e características multidisciplinares.
Explora o conceito de instalação e associa a composição coreográfica de movimento dos corpos no espaço, à luz do cenário visual vivo.
O recinto do espetáculo tem lotação limitada.
A entrada gratuita carece de levantamento prévio de bilhete na Biblioteca Municipal de Chaves / Posto de Turismo do Alto Tâmega.
Fotografia: in Castelo de Ourém;

HISTÓRIAS SUSPENSAS

19 de Agosto | 16h e repete ás 18h | Museu da Quinta de Santiago, Matosinhos

Imaginamos três narradores de histórias. O corpo e a voz saltam para dentro das histórias, agindo e reagindo através de voos, voltas e reviravoltas. Criam-se desvios que nos levam a outras pequenas histórias. A ideia de suspensão acontece na acção e no enredo, que surpreende a cada momento. O Tempo nas histórias, ou pára ou passa muito rápido… aqui suspende-se no olhar de quem assiste e partilha esta aventura! O que vem a seguir?!
Direção Artística: Joana Providência
Intérpretes e Co-criadores: António Franco de Oliveira, Julieta Rodrigues e Rui Paixão
Cenário: A2G Arquitectura – Ângela Frias e Gonçalo Dias
Figurinos: Julieta Rodrigues
Adereços: Suzete Rebelo
Sonoplastia: Flanco
Coordenação Técnica, Cenografia e Operação de Som: Emanuel Santos
Entrada livre mediante a apresentação de bilhete a levantar no edifício da Câmara Municipal, no Serviço de Relações Públicas (9h-12h30 e 14h-17h30), ou no Museu Quinta de Santiago (10h-13h e 15h-18h), 3 dias antes do espetáculo (máx. 2 p/pessoa).
Lotação limitada no cumprimento das orientações da DGS. 
A utilização da máscara é obrigatória.

O BAILE DOS CANDEEIROS

28 Agosto | 21h30 | Largo General Silveira, Chaves

Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância. Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam e deslocam-se através deles com movimentos.
Este espetáculo aposta numa intervenção não convencional, com fortes contornos plásticos e características multidisciplinares.
Explora o conceito de instalação e associa a composição coreográfica de movimento dos corpos no espaço, à luz do cenário visual vivo.
O recinto do espetáculo tem lotação limitada.
A entrada gratuita carece de levantamento prévio de bilhete na Biblioteca Municipal de Chaves / Posto de Turismo do Alto Tâmega.
Fotografia: in Castelo de Ourém;

JULHO 2021

O BAILE DOS CANDEEIROS

Mação, Ourém, Vila nova de Gaia

Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância. Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam, e deslocam-se através deles com movimentos específicos: acendem, apagam, respiram, interagem…

31 Julho: Gaia – WOW – World of Wine, 21h30;

27 Julho: Ourém – Reabertura do Castelo, 21h30;

24 Julho: Mação –  Jardim Municipal, 21h30.

Pequena CircOOnferência

Caminhos, Programação Cultural em Rede no Médio Tejo

Pequena CircOOnferência é uma conferência sobre o circo! Dedicada ao pequeno público, a performance flutua entre o rigor histórico da História do Circo Europeu, e a dimensão onírica de um historiador que aspira ser um artista de Circo.

24 Julho: Mação – Praia Fluvial Cardigos, 16h.

OFICINA DE CRIAÇÃO

Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous 2021 | Barcelos

Inserido na programação oficial do Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous 2021, esta é uma atividade para pessoas de todas as idades que durante 4 dias irão criar a sua apresentação no Festival. O espaço é o ponto de partida desta Oficina orientada por António Franco de Oliveira e Julieta Rodrigues, que irão transformar o espaço num habitat particular.
Ficha de inscrição aqui!

Imagem: FIVVRV

O BAILE DOS CANDEEIROS

Mação, Ourém, Vila nova de Gaia

Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância. Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam, e deslocam-se através deles com movimentos específicos: acendem, apagam, respiram, interagem…

31 Julho: Gaia – WOW – World of Wine, 21h30;

27 Julho: Ourém – Reabertura do Castelo, 21h30;

24 Julho: Mação –  Jardim Municipal, 21h30.

Pequena CircOOnferência

Caminhos, Programação Cultural em Rede no Médio Tejo

Pequena CircOOnferência é uma conferência sobre o circo! Dedicada ao pequeno público, a performance flutua entre o rigor histórico da História do Circo Europeu, e a dimensão onírica de um historiador que aspira ser um artista de Circo.

24 Julho: Mação – Praia Fluvial Cardigos, 16h.

OFICINA DE CRIAÇÃO

Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous 2021 | Barcelos

Inserido na programação oficial do Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous 2021, esta é uma atividade para pessoas de todas as idades que durante 4 dias irão criar a sua apresentação no Festival. O espaço é o ponto de partida desta Oficina orientada por António Franco de Oliveira e Julieta Rodrigues, que irão transformar o espaço num habitat particular.
Ficha de inscrição aqui!

Imagem: FIVVRV

O BAILE DOS CANDEEIROS

Mação, Ourém, Vila nova de Gaia

Todos nós temos um universo mágico que carregamos da nossa infância. Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam, e deslocam-se através deles com movimentos específicos: acendem, apagam, respiram, interagem…

31 Julho: Gaia – WOW – World of Wine, 21h30;

27 Julho: Ourém – Reabertura do Castelo, 21h30;

24 Julho: Mação –  Jardim Municipal, 21h30.

Pequena CircOOnferência

Caminhos, Programação Cultural em Rede no Médio Tejo

Pequena CircOOnferência é uma conferência sobre o circo! Dedicada ao pequeno público, a performance flutua entre o rigor histórico da História do Circo Europeu, e a dimensão onírica de um historiador que aspira ser um artista de Circo.

24 Julho: Mação – Praia Fluvial Cardigos, 16h.

OFICINA DE CRIAÇÃO

Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous 2021 | Barcelos

Inserido na programação oficial do Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous 2021, esta é uma atividade para pessoas de todas as idades que durante 4 dias irão criar a sua apresentação no Festival. O espaço é o ponto de partida desta Oficina orientada por António Franco de Oliveira e Julieta Rodrigues, que irão transformar o espaço num habitat particular.
Ficha de inscrição aqui!

Imagem: FIVVRV

JUNHO 2021

Pequena CircOOnferência

Alcobaça, Barreiro, Lousã, Pombal, Setúbal e Tomar

Este projeto é um work-in-progress, um prólogo de um espetáculo de grande formato intitulado CircOOnferência, que estreou dia 31 Maio de 2021. Inspirados nos diferentes registos bibliográficos, fomentamos a vontade de ficcionar uma história, a partir dos factos da sua própria História! O percurso não é linear, e a ideia é agitar, fazer refletir, formar massa crítica. Antípoda por natureza, poético, rebelde e sonhador, o imaginário circense faz parte da memória coletiva do público em geral.

Barreiro:
26 junho | sábado | 11h00
Parque Catarina Eufémia

Lousã:
27 Junho | 18h
Museu do circo em Foz de Arouce

Há Festa no Parque:
Setúbal – Jardim do Bonfim, 04 Junho,
11h e ás 15h;

Manobras – Festival internacional de Marionetas e Formas Animadas:
ALCOBAÇA   Anfiteatro da Praça João de Deus Ramos (junto ao Tribunal de Alcobaça) | 12 de junho de 2021, sábado, às 15:00
POMBAL   Jardim do Cardal | 6 de junho de 2021, domingo, às 16:00
TOMAR   Mouchão | 13 de junho de 2021, domingo, às 15:00

O BAILE DOS CANDEEIROS

Arronches | Jardim do Fosso | 23 Junho, 22:15h

Início do programa Cultura em Rede, organizado pelos 15 municípios pertencentes à Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA).

CircOOnferência

Guimarães, Jardins do Centro Cultural Vila Flor, 01 Junho, dia Mundial da Criança

CircOOnferência é uma conferência performativa sobre Circo!
Inspirados nos diferentes registos bibliográficos da História do Circo, nas diferentes correntes estéticas e artísticas, fomentamos a vontade de ficcionar uma história, a partir dos factos da sua própria história! Antípoda por natureza, poético, rebelde e sonhador, o imaginário circense faz parte da memória coletiva do público em geral. CircOOnferência é uma escrita circense, doseada com elementos de humor, risco e poesia, transversal a todas as gerações!

Direção Artística: António Franco de Oliveira;



Intérpretes: 
António Franco de Oliveira, Deeogo Oliveira, Filipe Conteras, Nathalia Furlan e Pedro Matias;



Dramaturgia e Figurinos:
 Julieta Rodrigues;



Composição musical:
 Carlos Adolfo;Mistura | Masterização Audio: Tiago Ralha;



Coordenação técnica e adereços:
 Rui Azevedo;



Rigging:
 Pedro Pacheco;



Engenheiro Cenário Grua:
 Edgar Carvalho;



Construção Grua:
 Metalva;



Co-Produção: 
A Oficina | Guimarães e Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery;



Fotografia: A Oficina

Pequena CircOOnferência

Alcobaça, Barreiro, Lousã, Pombal, Setúbal e Tomar

Este projeto é um work-in-progress, um prólogo de um espetáculo de grande formato intitulado CircOOnferência, que estreou dia 31 Maio de 2021. Inspirados nos diferentes registos bibliográficos, fomentamos a vontade de ficcionar uma história, a partir dos factos da sua própria História! O percurso não é linear, e a ideia é agitar, fazer refletir, formar massa crítica. Antípoda por natureza, poético, rebelde e sonhador, o imaginário circense faz parte da memória coletiva do público em geral.

Barreiro:
26 junho | sábado | 11h00
Parque Catarina Eufémia

Lousã:
27 Junho | 18h
Museu do circo em Foz de Arouce

Há Festa no Parque:
 Setúbal – Jardim do Bonfim, 04 Junho,
11h e ás 15h;


Manobras – Festival internacional de Marionetas e Formas Animadas:

ALCOBAÇA   Anfiteatro da Praça João de Deus Ramos (junto ao Tribunal de Alcobaça)
12 de junho de 2021, sábado, às 15:00

POMBAL   Jardim do Cardal | 6 de junho de 2021, domingo, às 16:00

TOMAR   Mouchão | 13 de junho de 2021, domingo, às 15:00

O BAILE DOS CANDEEIROS

Arronches | Jardim do Fosso | 23 Junho, 22:15h

Início do programa Cultura em Rede, organizado pelos 15 municípios pertencentes à Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA).

CircOOnferência

Guimarães, Jardins do Centro Cultural Vila Flor, 01 Junho, dia Mundial da Criança

CircOOnferência é uma conferência performativa sobre Circo!
Inspirados nos diferentes registos bibliográficos da História do Circo, nas diferentes correntes estéticas e artísticas, fomentamos a vontade de ficcionar uma história, a partir dos factos da sua própria história! Antípoda por natureza, poético, rebelde e sonhador, o imaginário circense faz parte da memória coletiva do público em geral. CircOOnferência é uma escrita circense, doseada com elementos de humor, risco e poesia, transversal a todas as gerações!


Direção Artística: António Franco de Oliveira;


Intérpretes: 
António Franco de Oliveira, Deeogo Oliveira, Filipe Conteras, Nathalia Furlan e Pedro Matias;


Dramaturgia e Figurinos:
 Julieta Rodrigues;


Composição musical:
 Carlos Adolfo;Mistura | Masterização Audio: Tiago Ralha;


Coordenação técnica e adereços:
 Rui Azevedo;


Rigging:
 Pedro Pacheco;


Engenheiro Cenário Grua:
 Edgar Carvalho;


Construção Grua:
 Metalva;


Co-Produção: 
A Oficina | Guimarães e Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery;


Fotografia: A Oficina

Pequena CircOOnferência

Alcobaça, Barreiro, Lousã, Pombal, Setúbal e Tomar

Este projeto é um work-in-progress, um prólogo de um espetáculo de grande formato intitulado CircOOnferência, que estreou dia 31 Maio de 2021. Inspirados nos diferentes registos bibliográficos, fomentamos a vontade de ficcionar uma história, a partir dos factos da sua própria História! O percurso não é linear, e a ideia é agitar, fazer refletir, formar massa crítica. Antípoda por natureza, poético, rebelde e sonhador, o imaginário circense faz parte da memória coletiva do público em geral.

Barreiro,
26 junho | sábado | 11h00
Parque Catarina Eufémia

Lousã,
27 Junho | 18h
Museu do circo em Foz de Arouce!

Há Festa no Parque:

Setúbal – Jardim do Bonfim, 04 Junho,
11h e ás 15h;
Manobras – Festival internacional de Marionetas e Formas Animadas:

ALCOBAÇA   Anfiteatro da Praça João de Deus Ramos (junto ao Tribunal de Alcobaça)
12 de junho de 2021, sábado, às 15:00

POMBAL   Jardim do Cardal | 6 de junho de 2021, domingo, às 16:00

TOMAR   Mouchão | 13 de junho de 2021, domingo, às 15:00

O BAILE DOS CANDEEIROS

Arronches | Jardim do Fosso | 23 Junho, 22:15h

Início do programa Cultura em Rede, organizado pelos 15 municípios pertencentes à Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA).

CircOOnferência

Guimarães, Jardins do Centro Cultural Vila Flor, 01 Junho, dia Mundial da Criança

CircOOnferência é uma conferência performativa sobre Circo!
Inspirados nos diferentes registos bibliográficos da História do Circo, nas diferentes correntes estéticas e artísticas, fomentamos a vontade de ficcionar uma história, a partir dos factos da sua própria história! Antípoda por natureza, poético, rebelde e sonhador, o imaginário circense faz parte da memória coletiva do público em geral. CircOOnferência é uma escrita circense, doseada com elementos de humor, risco e poesia, transversal a todas as gerações!
Direção Artística: António Franco de Oliveira;


Intérpretes: 
António Franco de Oliveira, Deeogo Oliveira, Filipe Conteras, Nathalia Furlan e Pedro Matias;


Dramaturgia e Figurinos:
 Julieta Rodrigues;


Composição musical:
 Carlos Adolfo;Mistura | Masterização Audio: Tiago Ralha;


Coordenação técnica e adereços:
 Rui Azevedo;


Rigging:
 Pedro Pacheco;


Engenheiro Cenário Grua:
 Edgar Carvalho;


Construção Grua:
 Metalva;


Co-Produção: 
A Oficina | Guimarães e Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery;


Fotografia: A Oficina

MAIO 2021

CircOOnferência | ESTREIA

Guimarães, Jardins do Centro Cultural Vila Flor | 31 Maio | 16h

CircOOnferência é uma conferência performativa sobre Circo!
Inspirados nos diferentes registos bibliográficos da História do Circo, nas diferentes correntes estéticas e artísticas, fomentamos a vontade de ficcionar uma história, a partir dos factos da sua própria história! Antípoda por natureza, poético, rebelde e sonhador, o imaginário circense faz parte da memória coletiva do público em geral. CircOOnferência é uma escrita circense, doseada com elementos de humor, risco e poesia, transversal a todas as gerações!

Direção Artística: António Franco de Oliveira;

Intérpretes: 
António Franco de Oliveira, Deeogo Oliveira, Filipe Conteras, Nathalia Furlan e Pedro Matias;

Dramaturgia e Figurinos:
 Julieta Rodrigues;

Composição musical:
 Carlos Adolfo;

Mistura | Masterização Audio: Tiago Ralha;

Coordenação técnica e adereços:
 Rui Azevedo;

Rigging:
 Pedro Pacheco;

Engenheiro Cenário Grua:
 Edgar Carvalho;

Construção Grua:
 Metalva.

Co-Produção: 
A Oficina | Guimarães e Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery;

Fotografia: Teresa Couto

O BAILE DOS CANDEEIROS

Seixal, Largo da Igreja| 14 Maio | 21h

Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam e deslocam-se através deles com movimentos específicos: acendem, apagam, respiram, interagem…
O programa é da autoria do Mural 18, a nova plataforma cultural que reúne os 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa.

ARQUÉTIPO

Município de Abrantes | Polidesportivo Rossio ao Sul do Tejo | 18h30

A peça Arquétipo” vai ser apresentada no município de Abrantes! É uma performance escrita para o espaço público, que convida o espectador a refletir sobre o amor na sociedade contemporânea.
A linguagem artística do projeto situa-se entre a dança e a acrobacia contemporânea.
De facto, ele não é o Romeu…e ela não é a Julieta, mas a performance propõe-se a ser à sua maneira, uma reescrita improvável de Shakespeare dançado!
Lotação limitada.

Intérpretes fotografia:
Joana Martins, João Santiago;

Fotografia:
Teresa Couto

ARQUÉTIPO | PEQUENA CIRCOONFERÊNCIA

MANOBRAS | Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas

As peças “Arquétipo” e “Pequena CircOOnferência” vão ser apresentadas no âmbito do Festtival Internacional de Marionetas e Formas Animadas – MANOBRAS, pela Artemrede.

+ Info’s aqui!

 

CircOOnferência | ESTREIA

Guimarães, Jardins do Centro Cultural Vila Flor | 31 Maio | 16h

CircOOnferência é uma conferência performativa sobre Circo!
Inspirados nos diferentes registos bibliográficos da História do Circo, nas diferentes correntes estéticas e artísticas, fomentamos a vontade de ficcionar uma história, a partir dos factos da sua própria história! Antípoda por natureza, poético, rebelde e sonhador, o imaginário circense faz parte da memória coletiva do público em geral. CircOOnferência é uma escrita circense, doseada com elementos de humor, risco e poesia, transversal a todas as gerações!

Direção Artística: António Franco de Oliveira;



Intérpretes: 
António Franco de Oliveira, Deeogo Oliveira, Filipe Conteras, Nathalia Furlan e Pedro Matias;



Dramaturgia e Figurinos:
 Julieta Rodrigues;



Composição musical:
 Carlos Adolfo;

Mistura | Masterização Audio: Tiago Ralha

;

Coordenação técnica e adereços:
 Rui Azevedo;



Rigging:
 Pedro Pacheco;



Engenheiro Cenário Grua:
 Edgar Carvalho;



Construção Grua:
 Metalva.



Co-Produção: 
A Oficina | Guimarães e Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery;



Fotografia: Teresa Couto

O BAILE DOS CANDEEIROS

Seixal, Largo da Igreja| 14 Maio | 21h

Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam e deslocam-se através deles com movimentos específicos: acendem, apagam, respiram, interagem…
O programa é da autoria do Mural 18, a nova plataforma cultural que reúne os 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa.

ARQUÉTIPO

Município de Abrantes | Polidesportivo Rossio ao Sul do Tejo | 18h30

A peça Arquétipo” vai ser apresentada no município de Abrantes! É uma performance escrita para o espaço público, que convida o espectador a refletir sobre o amor na sociedade contemporânea.
A linguagem artística do projeto situa-se entre a dança e a acrobacia contemporânea.
De facto, ele não é o Romeu…e ela não é a Julieta, mas a performance propõe-se a ser à sua maneira, uma reescrita improvável de Shakespeare dançado! 
Lotação limitada.
Intérpretes fotografia:
Joana Martins, João Santiago;
Fotografia:
Teresa Couto

ARQUÉTIPO | PEQUENA CIRCOONFERÊNCIA

MANOBRAS  |  
Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas

As peças “Arquétipo” e “Pequena CircOOnferência” vão ser apresentadas no âmbito do Festtival Internacional de Marionetas e Formas Animadas – MANOBRAS, pela Artemrede.
+ Info’s aqui!

CircOOnferência | ESTREIA

Guimarães, Jardins do Centro Cultural Vila Flor | 31 Maio | 16h

CircOOnferência é uma conferência performativa sobre Circo!
Inspirados nos diferentes registos bibliográficos da História do Circo, nas diferentes correntes estéticas e artísticas, fomentamos a vontade de ficcionar uma história, a partir dos factos da sua própria história! Antípoda por natureza, poético, rebelde e sonhador, o imaginário circense faz parte da memória coletiva do público em geral. CircOOnferência é uma escrita circense, doseada com elementos de humor, risco e poesia, transversal a todas as gerações!

Direção Artística: António Franco de Oliveira;



Intérpretes: 
António Franco de Oliveira, Deeogo Oliveira, Filipe Conteras, Nathalia Furlan e Pedro Matias;



Dramaturgia e Figurinos:
 Julieta Rodrigues;



Composição musical:
 Carlos Adolfo;

Mistura | Masterização Audio: Tiago Ralha

;

Coordenação técnica e adereços:
 Rui Azevedo;



Rigging:
 Pedro Pacheco;



Engenheiro Cenário Grua:
 Edgar Carvalho;



Construção Grua:
 Metalva.



Co-Produção: 
A Oficina | Guimarães e Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery;



Fotografia: Teresa Couto

O BAILE DOS CANDEEIROS

Seixal, Largo da Igreja| 14 Maio | 21h

Candeeiros humanos, autónomos, espalhados por pontos estratégicos, transformam os espaços que habitam e deslocam-se através deles com movimentos específicos: acendem, apagam, respiram, interagem…
O programaé da autoria do Mural 18, a nova plataforma cultural que reúne os 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa.

ARQUÉTIPO

Município de Abrantes | Polidesportivo Rossio ao Sul do Tejo | 18h30

A peça Arquétipo” vai ser apresentada no município de Abrantes! É uma performance escrita para o espaço público, que convida o espectador a refletir sobre o amor na sociedade contemporânea.
 A linguagem artística do projeto situa-se entre a dança e a acrobacia contemporânea.
 De facto, ele não é o Romeu…e ela não é a Julieta, mas a performance propõe-se a ser à sua maneira, uma reescrita improvável de Shakespeare dançado! 
Lotação limitada.
Intérpretes fotografia:
 Joana Martins, João Santiago;
Fotografia:
 Teresa Couto

ARQUÉTIPO | PEQUENA CIRCOONFERÊNCIA

MANOBRAS | 
Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas

As peças “Arquétipo” e “Pequena CircOOnferência” vão ser apresentadas no âmbito do Festtival Internacional de Marionetas e Formas Animadas – MANOBRAS, pela Artemrede.
+ Info’s aqui!

ABRIL 2020

MARÇO | ABRIL 2021

CircOOnferência

Criação 2021| Residência Artística
Creation 2021 | Artistic Residency

Com estreia marcada no dia 30 de Maio de 2021 em Guimarães, no jardim exterior do Centro Cultural Vila Flor, demos início á primeira residência da artística!
A peça tem a direção artística de António Franco de Oliveira e é interpretada por António Franco de Oliveira, Deeogo Oliveira, Filipe Conteras, Nathalia Furlan e Pedro Matias, com o apoio á dramaturgia e figurinos de Julieta Rodrigues, a composição musical de Carlos Adolfo e a coordenação técnica de Rui Azevedo.
A fotografia é de Teresa Couto!
Mais infos em breve.

Agradecimento especial: Real Vinícola, Matosinhos.

Coprodução: A Oficina, Cine Teatro Constantino Nery;

CircOOnferência

Criação 2021| Residência Artística
Creation 2021 | Artistic Residency

Com estreia marcada no dia 30 de Maio de 2021 em Guimarães, no jardim exterior do Centro Cultural Vila Flor, demos início á primeira residência da artística! 
A peça tem a direção artística de António Franco de Oliveira e é interpretada por António Franco de Oliveira, Deeogo Oliveira, Filipe Conteras, Nathalia Furlan e Pedro Matias, com o apoio á dramaturgia e figurinos de Julieta Rodrigues, a composição musical de Carlos Adolfo e a coordenação técnica de Rui Azevedo. 
A fotografia é de Teresa Couto!
Mais infos em breve.
Agradecimento especial: Real Vinícola, Matosinhos.
Coprodução: A Oficina, Cine Teatro Constantino Nery;

CircOOnferência

Criação 2021| Residência Artística
Creation 2021 | Artistic Residency

Com estreia marcada no dia 30 de Maio de 2021 em Guimarães, no jardim exterior do Centro Cultural Vila Flor, demos início á primeira residência da artística! 
A peça tem a direção artística de António Franco de Oliveira e é interpretada por António Franco de Oliveira, Deeogo Oliveira, Filipe Conteras, Nathalia Furlan e Pedro Matias, com o apoio á dramaturgia e figurinos de Julieta Rodrigues, a composição musical de Carlos Adolfo e a coordenação técnica de Rui Azevedo. 
A fotografia é de Teresa Couto!
Mais infos em breve.
Agradecimento especial: Real Vinícola, Matosinhos.
Coprodução: A Oficina, Cine Teatro Constantino Nery;

FEVEREIRO 2021

Formação Artes | Arts Workshops

Manipula-Ação | Laboratório de Malabarismo Contemporâneo + Balleteatrinho
Manipula-Ação | Contemporary Juggling LAB + Balleteatrinho

O Serviço Educativo do Balleteatro convidou o António para orientar duas ações de formação:
“Manipula-Ação”, que vai decorrer no âmbito do Laboratório de Formação em Artes Performativas e “Perdido e Achado”, no âmbito do Balleteatrinho.

Manipula-Ação é um Laboratório de Malabarismo Contemporâneo que foca a abordagem pedagógica na descoberta e na exploração dos gestos do manipulador e na relação entre o corpo, o espaço e o objeto. Info’s aqui!

Perdido e Achado é um atelier onde os participantes são convidados a experimentar o movimento e a interpretação de uma obra literária infantil. Info’s aqui!

Fotografia: Teresa Couto;

Artista Fotografia: António Franco de Oliveira

Formação Artes | Arts Workshops

Manipula-Ação | Laboratório de Malabarismo Contemporâneo + Balleteatrinho
Manipula-Ação | Contemporary Juggling LAB + Balleteatrinho

O Serviço Educativo do Balleteatro convidou o António para orientar duas ações de formação:
”Manipula-Ação”, que vai decorrer no âmbito do Laboratório de Formação em Artes Performativas e “Perdido e Achado”, no âmbito do Balleteatrinho.
Manipula-Ação é um Laboratório de Malabarismo Contemporâneo que foca a abordagem pedagógica na descoberta e na exploração dos gestos do manipulador e na relação entre o corpo, o espaço e o objeto. Info’s aqui!
Perdido e Achado é um atelier onde os participantes são convidados a experimentar o movimento e a interpretação de uma obra literária infantil. Info’s aqui!
Fotografia: Teresa Couto;
Artista Fotografia: António Franco de Oliveira

Formação Artes | Arts Workshops

Manipula-Ação | Laboratório de Malabarismo Contemporâneo + Balleteatrinho
Manipula-Ação | Contemporary Juggling LAB + Balleteatrinho

O Serviço Educativo do Balleteatro convidou o António para orientar duas ações de formação:
”Manipula-Ação”, que vai decorrer no âmbito do Laboratório de Formação em Artes Performativas e “Perdido e Achado”, no âmbito do Balleteatrinho.
Manipula-Ação é um Laboratório de Malabarismo Contemporâneo que foca a abordagem pedagógica na descoberta e na exploração dos gestos do manipulador e na relação entre o corpo, o espaço e o objeto. Info’s aqui!
Perdido e Achado é um atelier onde os participantes são convidados a experimentar o movimento e a interpretação de uma obra literária infantil. Info’s aqui!
Fotografia: Teresa Couto;
Artista Fotografia: António Franco de Oliveira

JANEIRO 2021

HORIZONTES 360º | HORIZONS 360º

ACTIVIDADES CULTURAIS 2021
CULTURAL ACTIVITIES 2O21

Olhamos o horizonte com esperança!
Referimos as próximas atividades culturais da Companhia RADAR 360º para o ano de 2021:

  • Adaptação da Performance “Pequena CircOOnferência” para vídeo;
  • Ensaios para a nova criação “CircOOnferência”;
  • Circulação a partir do mês de Abril com alguns dos espetáculos em digressão nesta temporada:
    – O Baile dos Candeeiros, Histórias Suspensas, Arquétipo, Pequena CircOOnferência.

Fotografia: Teresa Couto;
Intérprete Fotografia: Viriato Morais in “Transportadores”.

___________________________________________________________________________________________________________________

We look in the horizon with hope!
Here are the following activities from the Company RADAR 360º for the year of 2021:

  • Adaptation for video from the performance “Pequena CircOOnferência” (Small Circumference);
  • Rehearses for the upcoming show “CircOOnferência” (Circumference);
  • Touring starts in April with some of the shows available for this season:
  • The Ball of the Lamps (O Baile dos Candeeiros), Suspended Stories (Histórias Suspensas), Archetype (Arquétipo), Small Circumference (Pequena CircOOnferência).

Photography: Teresa Couto;
Actor in Photo: Viriato Morais in “Transportadores”.

HORIZONTES 360º | HORIZONS 360º

ACTIVIDADES CULTURAIS 2021 | CULTURAL ACTIVITIES 2O21

Olhamos o horizonte com esperança! 
Referimos as próximas atividades culturais da Companhia RADAR 360º para o ano de 2021:

  • Adaptação da Performance “Pequena CircOOnferência” para vídeo;
  • Ensaios para a nova criação “CircOOnferência”;
  • Circulação a partir do mês de Abril com alguns dos espetáculos em digressão nesta temporada:
 O Baile dos Candeeiros, Histórias Suspensas, Arquétipo, Pequena CircOOnferência.

    Fotografia: Teresa Couto;

    Intérprete Fotografia: Viriato Morais in “Transportadores”.
    ____________________________________________________________________________

    We look in the horizon with hope! 
Here are the following activities from the Company RADAR 360º for the year of 2021:

  • Adaptation for video from the performance “Pequena CircOOnferência” (Small Circumference);
  • Rehearses for the upcoming show “CircOOnferência” (Circumference);
  • Touring starts in April with some of the shows available for this season: The Ball of the Lamps (O Baile dos Candeeiros), Suspended Stories (Histórias Suspensas), Archetype (Arquétipo), Small Circumference (Pequena CircOOnferência).

Photography: Teresa Couto;

Actor in Photo: Viriato Morais in “Transportadores”.

HORIZONTES 360º | HORIZONS 360º

ACTIVIDADES CULTURAIS 2021 | CULTURAL ACTIVITIES 2O21

Olhamos o horizonte com esperança! 
Referimos as próximas atividades culturais da Companhia RADAR 360º para o ano de 2021:

  • Adaptação da Performance “Pequena CircOOnferência” para vídeo;
  • Ensaios para a nova criação “CircOOnferência”;
  • Circulação a partir do mês de Abril com alguns dos espetáculos em digressão nesta temporada:
 O Baile dos Candeeiros, Histórias Suspensas, Arquétipo, Pequena CircOOnferência.
    Fotografia: Teresa Couto;

    Intérprete Fotografia: Viriato Morais in “Transportadores”.
    _______________________________

    We look in the horizon with hope! 
Here are the following activities from the Company RADAR 360º for the year of 2021:

  • Adaptation for video from the performance “Pequena CircOOnferência” (Small Circumference);
  • Rehearses for the upcoming show “CircOOnferência” (Circumference);
  • Touring starts in April with some of the shows available for this season:
  • The Ball of the Lamps (O Baile dos Candeeiros), Suspended Stories (Histórias Suspensas), Archetype (Arquétipo), Small Circumference (Pequena CircOOnferência).
    Photography: Teresa Couto;

    Actor in Photo: Viriato Morais in “Transportadores”.